segunda-feira, 20 de novembro de 2006

CICLO do AZEITE (cont.)

Continuação do Beijós XXI




As velhas mós continuam no lagar, mas neste caso só para enfeitar.














Ao chegar ao lagar, a azeitona é despejada em tulhas.
















De seguida é levada através de tapetes rolantes até ao interior do lagar, onde se iniciará o processo de transformação
















Estas são as máquinas que tiraram a vez as antigas mós de pedra. É aqui que decorre todo o processo de transformação.












Passado algum tempo começa a correr o azeite.














Por fim é medido e colacado em recepientes para que cada produtor o leve para suas casas.









fotos cedidas por: viveiros-batista

2 comentários:

sony disse...

bela reportagem. parabéns. é isto que é preciso divulgar para quem está longe e vive nas cidades.

António disse...

Muito giro.

Só falta a prova do azeite.